Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

sábado, 20 de julho de 2019

Solenidade na Aeronáutica celebra aniversário de 146 anos de Santos-Dumont


Brasília, 19/07/2019 – O Comandante da Força Aérea Brasileira (FAB), Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, presidiu cerimônia em comemoração ao 146º aniversário de Alberto Santos-Dumont, Patrono da Aeronáutica e Pai da Aviação. A solenidade ocorreu nesta sexta-feira (19), na Ala 1 (Base Aérea de Brasília).

“Criador da ferramenta que proporcionou ao homem atuar na terceira dimensão, Alberto Santos-Dumont foi aquele que nos permitiu entender o quão importante se faz o alinhamento do aprimoramento intelectual com o avanço tecnológico”, disse o Brigadeiro Bermudez durante leitura da Ordem do Dia.

O Comandante da FAB ressaltou a dimensão do legado que herdamos do Pai da Aviação. “Mais que um advento tecnológico, deixou para humanidade a certeza de que todo sonho pode ser realizado”, afirmou. Em discurso, o Comandante da FAB acrescentou que “mais importante que a capacidade física é possuir uma vontade irrefreável de conquistar feitos tidos como impossíveis ”.

No fim do discurso, o Brigadeiro Bermudez disse acreditar nas competências individuais de seus comandados e estar confiante com um futuro prospero para Força. “Novos e modernos sistemas foram e serão incorporados a nossa Força, e cabe a nós estarmos preparados para operá-los em sua plenitude, assim como fez Santos-Dumont”, finalizou.

Estiveram presentes na solenidade adidos militares estrangeiros, o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, General da reserva General Heleno, o Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior, o Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, Tenente Brigadeiro do Ar Raul Botelho, o Secretário-geral do Ministério da Defesa, Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos, o Comandante Militar do Sudeste e Secretário de Economia e Finanças do Exército, General de Exército Marcos Antonio Amaro dos Santos, representando o Comandante do Exército, entre outras autoridade civis e militares.

Medalha Santos- Dumont

Na ocasião, 161 militares e civis foram agraciados com a Medalha Mérito Santos-Dumont. A comenda foi criada em 1956, durante as comemorações do cinquentenário do voo do 14-Bis.

O procurador-geral da Advocacia-Geral da União Vinícius Torquetti Domingos Rocha disse sentir-se honrado em receber a homenagem em nome da AGU. “Santos-Dumont é um brasileiro que deixou um legado histórico e ser agraciado com a medalha é uma honra que a gente leva, não só no sentido profissional, como pessoal também”, afirmou.

O Capitão de Mar e Guerra José Maria de Lima Sobrinho exerce a função de gerente da Seção de Adidos de Defesa no MD. Esta é a segunda ocasião que o militar serve no órgão. A primeira foi no período de 2009 a 2012 e, agora, está na Pasta desde agosto 2013.

Para o Comandante Sobrinho, a outorga representa o bom resultado de um trabalho integrado realizado pelas Forças Armadas. “Vejo como um reconhecimento do Comando da Aeronáutica por um trabalho que está sendo valorizado” ressaltou.

A medalha é um reconhecimento aos militares da FAB que se destacaram no exercício da profissão, aos militares das Forças Armadas Nacionais ou Estrangeiras que tenham se tornado credores de homenagem especial e aos cidadãos brasileiros ou estrangeiros que tenham prestado notáveis serviços à Aeronáutica Brasileira.

Além de Brasília, a solenidade aconteceu em 23 cidades do Brasil e 21 países. Ao todo, foram 635 agraciados.

História

O aviador Alberto Santos Dumont nasceu no dia 20 de julho de 1873, no sítio Cabangu, no Distrito de Palmira, em Barbacena (MG). Em 1905, começou a planejar um veículo mais pesado que o ar: o 14-Bis. Em 23 de outubro de 1906, em Bagatelle (centro de Paris), o 14-Bis voou e manteve-se no ar por uma distância de 60 metros, a três metros de altura e aterrisou. Foi o primeiro voo homologado de aparelho mais pesado que o ar. O aviador brasileiro também construiu o avião conhecido como Demoiselle.

Ministério da Defesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]