Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

segunda-feira, 30 de setembro de 2019

GSI leva debate sobre fronteiras a aperfeiçoamento de oficiais de Inteligência


Secretário do GSI abordou o PPIF durante aula do Curso de Aperfeiçoamento de Inteligência

O Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF) foi debatido entre autoridades do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e os alunos do Curso de Aperfeiçoamento em Inteligência (CAI) da ABIN, durante aula realizada nesta semana.

O CAI é o curso mais avançado da carreira de Oficial de Inteligência, dura cerca de cinco meses e prepara os servidores para ocupar os mais altos cargos da Agência Brasileira de Inteligência. Os alunos são selecionados por meio de provas teóricas e de títulos. Somente servidores com mais de dez anos de trabalho na ABIN pode concorrer no processo seletivo.

Em sua apresentação, o Secretário de Assuntos de Defesa e Segurança Nacional do GSI, brigadeiro do ar Ary Soares Mesquita, apresentou detalhes sobre o PPIF – programa do Governo Federal destinado a combater os ilícitos nas fronteiras terrestre, marítima e aérea – e destacou a importância do trabalho interagências no combate aos crimes transnacionais.

Apresentação

Além disso, o secretário do GSI versou sobre o processo que culminou na publicação da Política Nacional Infraestruturas Críticas e mencionou o importante trabalho que o GSI e diversos órgãos parceiros realizam em relação à proteção das estruturas e instalações de infraestruturas críticas no Brasil.

O brigadeiro também asseverou que o GSI/PR está envidando esforços para confeccionar a Política Nacional de Fronteira (PNF), documento que estabelecerá um diálogo com diversas outras Políticas Nacionais – entre as quais a de Defesa, a de Segurança Pública, a de Desenvolvimento Regional e a de Inteligência.

O corpo discente do CAI demonstrou grande interesse em relação ao PPIF e à PNF, pois alguns dos principais temas sob a esfera de competência da ABIN – contraterrorismo, contraespionagem e combate a organizações criminosas, por exemplo – estão direta ou indiretamente relacionados a trabalhos e ações nas fronteiras brasileiras.

Gabinete de Segurança Institucional (GSI)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]