Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

sábado, 7 de setembro de 2019

Milhares de pessoas prestigiam o desfile de 7 Setembro na capital do país


Brasília, 07/09/2019 – O evento que comemora a Independência do Brasil festeja seu 197º aniversário com celebrações e desfiles cívicos por todo o país. Em Brasília, na tradicional festa que ocupa a Esplanada dos Ministérios, o Presidente da República, Jair Bolsonaro, chegou ao local da cerimônia no Rolls Royce aberto, de onde acenou para o público. Ele foi recebido pelo Vice-Presidente Hamilton Mourão, pelo Ministro da Defesa, Fernando Azevedo, e demais autoridades. No palanque, estava acompanhado da primeira dama, Michele Bolsonaro.



O tema do desfile cívico-militar deste ano foi "Vamos valorizar o que é nosso". Milhares de pessoas lotaram as arquibancadas, armadas lado a lado em um trecho da avenida, para assistir à festa cívica. Apesar do clima seco desta época do ano no Planalto Central, o dia amanheceu nublado e um vento forte amenizou a temperatura.

Enquanto a Esquadrilha da Fumaça fazia sua primeira passagem, foram prestadas as honras militares ao Presidente e entoados os Hinos Nacional e da Independência.

Os ritos para o começo do desfile seguiram com a chegada do Comandante do Desfile Cívico, General de Divisão Sérgio da Costa Negraes, embarcado em uma viatura blindada Guarani – veículo desenvolvido em parceria pelo Exército Brasileiro e por empresas nacionais. O General Negraes, Comandante Militar do Planalto, aproximou-se do palanque e pediu permissão a Bolsonaro para iniciar a cerimônia.

O desfile da Independência foi aberto pelo 3º Sargento da Marinha do Brasil Altobeli Santos, atleta olímpico que recebeu medalha de ouro e de prata nos Jogos Pan Americanos em Lima, no Peru. O Sargento Altobeli integra o Programa Atletas de Alto Rendimento do Ministério da Defesa. Dando sequência, um grupo de atletas militares do PAAR desfilou, seguido de cerca de 100 integrantes do Programa Segundo Tempo - Forças no Esporte (PROFESP). A iniciativa atende crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social, com idades entre 6 e 18 anos. O Programa é executado por meio de parceria entre o Ministério da Defesa com os ministérios da Educação, da Cidadania, da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

Novo cargueiro

O destaque da apresentação aérea foi o KC-390, nova aeronave multimissão da Força Aérea Brasileira. O novo cargueiro foi escoltado por duas aeronaves da FAB.

Integraram ainda o desfile aéreo das Forças Armadas o modelo AF 1 da Marinha, que é um avião usado para interceptação aérea, os helicópteros SH 16 Seahawk e UH-15 Alfa Super Cougar, ambos da Marinha.

Também sobrevoaram a Esplanada dos Ministérios o helicóptero H-M-4, do Exército; e as aeronaves operacionais F-5M Tiger, A-29 Tucano, C-130 Hércules e os helicópteros VH-36 da Aeronáutica.

Para surpresa de todos presentes na Esplanada dos Ministérios, após o desfile aéreo, o Presidente Jair Bolsonaro desceu do palanque de autoridades e caminhou interagindo com público, a pé, próximo às arquibancadas.

Carla Priscila, 21 anos, estudante de direito, esteve no desfile pela quarta vez. “Eu acho que o fato de a gente ter um presidente que foi militar influenciou as pessoas quererem sair de casa vestidas de verde e amarelo e também pela questão do patriotismo”, disse a mato-grossense moradora de Brasília.

Foi a primeira vez que o morador da Vila Planalto, o jornalista André Gaeta, assistiu ao desfile cívico-miliar em Brasília. “Realizei um desejo de assistir a Banda de Fuzileiros Navais”, contou.

O Grupamento da Marinha levou as companhias de Aspirantes da Escola Naval, Companhia Feminina, de Marinheiros e de Fuzileiros ao desfile terrestre.

A Companhia feminina representou a força e o profissionalismo das mulheres que comemoram, neste ano, os 39 anos do ingresso na Força Naval. A Marinha é a única força que possui mulheres em seu quadro de oficiais-generais. Em 2018, foi promovida a segunda mulher ao posto de contra-almirante.

A tropa a pé do Exército teve a participação de alunos do Colégio Militar de Brasília, instituição que recebe estudantes do 6º ano do ensino fundamental até o 3º ano do ensino médio. A mascote do Colégio Militar é o carneiro Nicodemos, que percorreu o trajeto da avenida conduzido pelos jovens da instituição.

O Grupamento de Aeronavegantes representou as unidades aéreas da Força Aérea, localizadas nas mais diversas regiões do país.

Conhecidos carinhosamente como pracinhas, os integrantes do Grupamento de Veteranos da 2ª Guerra Mundial e ex-combatentes contou com a presença do Coronel Nestor da Silva, herói que liderou um pelotão de fuzileiros na conquista de Montese, na Itália.

A Ordem Unida sem Comando permaneceu, por alguns minutos, em frente à Tribuna presidencial. Os militares do grupo usam os tradicionais uniformes históricos que remetem à Infantaria brasileira da época da Independência.

Pirâmide humana

Uma das atrações mais esperadas, a pirâmide humana do Batalhão de Polícia do Exército, empolgou a plateia. Os componentes montados numa moto adaptada deslocaram-se a uma velocidade de cerca de 20 km/h. Os militares montam a pirâmide com o veículo em movimento.

O Exército levou viaturas do Sistema Astros de lançadores de foguetes, armamento de fabricação nacional. O centro de lançamento de foguetes bélicos fica situado no Forte de Santa Bárbara, em Formosa (GO).

Ao final da cerimônia, a atenção das pessoas voltou-se para o céu para acompanhar as acrobacias da Esquadrilha da Fumaça. Um narrador descrevia a série de movimentos realizadas pelas aeronaves ao público do evento.

Também participaram do desfile integrantes da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Força Nacional de Segurança Pública, Polícia Militar do DF e do Corpo de Bombeiros Militar do DF. A solenidade contou com mais de 200 viaturas militares e cerca de 250 cavalos do Comando Militar do Planalto e da Polícia Militar do DF. A apresentação aérea foi composta por cerca de 40 aeronaves interagências. Estiveram envolvidos no desfile terrestre mais de 4,8 mil militares das Forças Armadas e Auxiliares.

Ministério da Defesa

Por Lane Barreto
Fotos: Keven Cobalchini

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]