Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

segunda-feira, 17 de agosto de 2020

Informações sobre entregas de Su-35s vazaram em vídeo.

Como parte da visita de Sergei Shoigu, Ministro da Defesa da Federação Russa, à fábrica da KnAAPO em Komsomolsk-on-Amur, a programação de entregas da versão de exportação do Su-35 "acidentalmente" apareceu nas imagens feitas pelas câmeras da mídia.

Em primeiro lugar, a tabela mostra duas diferentes variantes do caça Su-35. A linha marcada como GOZ mostra as entrega da versão Su-35S à Força Aérea russa, enquanto a linha marcada como VTS obviamente mostra aviões para exportação, simplesmente designados Su-35.

O que podemos concluir disso? Podemos assumir que a primeira encomenda de exportação (Egito) inclui um total de 39 Su-35, com 22 exemplares já entregues ou a serem entregues esse ano, e oito mais em 2021. Isso coincide exatamente com o avistamenteo de pelo menos cinco aeronaves da Al Quwwat Al Jawwiya Il Misriya (Força Aérea egípcia) em Novosikirsk durante o traslado para Zhukovsky no final de julho de 2020.

Mais interessante ainda são os números referentes à exportação de Su-35 na moldura temporal de 2022-2024, que mostram 24 aeronaves (12 em 2022, 14 em 2013 e oito em 2024). O cliente mais provável desses aviões é a Force Aérienne Algérienne (Força Aérea argelina), que está buscando substituir todos os MiG-21, MiG-23 e MiG-25 de sua frota, que datam das décadas de 1960 e 1970. Outra possibilidade é uma encomenda adicional da People's Liberation Army Air Force (PLAAF, a Força Aérea do Exército de Libertação Popular, da China), ou um contrato adicional com o Egito, ou ainda encomendas e países como Vietnã, ou mesmo Irã.

Finalmente, examinando a tabela, pode-se concluir que o fornecimento de 11 Su-35 à Indonésia, anunciado anteriormente, foi cancelado, possivelmente pela pressão exercida pelas ameaças de sanções por parte da CAATSA (Countering America's Adversaries Through Sanctions Act, a lei federal americana que impôs sanções ao Irã, Coreia do Norte e Rússia) ou, alternativamente, que as posições das aeronaves para aquele país ainda não foram identificadas dentro da cadeia de produção.

Outra foto da fábrica da KnAAPO em Konsolmolsk-on-Amur mostra dois Su-35, estando visíveis os números de construção 08001 e 08002.

Fotos: via AviaCT e Ministério a Defesa da Federação Russa (via MilitaryInformant)

Scramble Magazine

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]