Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

domingo, 13 de setembro de 2020

Esquadrão Puma (3º/8º GAV) comemora 40 anos

O Terceiro Esquadrão do Oitavo Grupo de Aviação (3º/8º GAV) comemorou 40 anos de existência no último dia 11 de setembro. Sediado na na Ala 12 - Base Aérea de Santa Cruz, no Rio de Janeiro (RJ), a unidade da Força Aérea Brasileira herdou a missão da Primeira Esquadrilha de Ligação e Observação (1ª ELO), que participou da campanha brasileira na Itália, durante a Segunda Guerra Mundial. Integrante da Artilharia Divisionária da Força Expedicionária Brasileira, a 1ª ELO tinha como missão regular o tiro da artilharia e observar o campo inimigo.

A 1ª ELO foi desativada ao final da guerra, mas foi reativada em 12 de dezembro de 1955, na Base Aérea de Santa Cruz, onde operou até 19 de julho de 1972, quando se fundiu com o Terceiro Esquadrão de Reconhecimento e Ataque (3º ERA). Essa fusão deu origem ao Terceiro Esquadrão Misto de Reconhecimento e Ataque (3º EMRA), que utilizava jatos Embraer AT-26 Xavante, helicópteros Bell UH-1H Iroquois e monomotores Neiva L-42 Regente ELO, para transporte leve e ligação.

Com a desativação do 3º e do 4º EMRA em 1980, foram criados dois novos Esquadrões: o 3º/8º GAV e o Primeiro Esquadrão do Décimo Terceiro Grupo de Aviação (1º/13º GAV), extinto em 1989 e suas aeronaves Neiva L-42 Regente ELO tendo sido incorporadas por outros esquadrões, inclusive, pelo próprio 3º/8º GAV. Operando, atualmente, com o helicóptero H-36 Caracal, o esquadrão é responsável, entre outras missões, por busca e salvamento, resgate em combate, evacuação aeromédica, transporte especial, transporte logístico, além de atuar nas principais catástrofes naturais ocorridas no Brasil.

“A reestruturação reservou ao Esquadrão Puma uma volta às origens, remetendo-nos ao lendário Terceiro Esquadrão Misto de Reconhecimento e Ataque na Base Aérea de Santa Cruz (3° EMRA). O sentimento geral é de esperança de que o esforço despendido leve a Força Aérea Brasileira para um futuro de excelência administrativa e operacional”.

Ricardo Pereira  - Jornalista e Fotografo.

Alexandre Alves - Repórter Fotográfico
Colaborado do Site Assuntos Militares

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]