Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

sexta-feira, 25 de setembro de 2020

Há 56 anos, navio-aeródromo nuclear americano mostrou poder aéreo sobre Copacabana

Photo U. S. Navy
Há exatamente 56 anos, no dia 25 de setembro de 1964, o USS "Enterprise" (CVAN-65), primeiro navio-aeródromo de propulsão nuclear da U. S. Navy (e do mundo) encerrava sua visita ao Rio de Janeiro, deixando a baía de Guanarara com sua escolta -- o cruzador "Long Beach" (CGN-9) e o contratorpedeiro "Bainbridge" (DLGN-25), ambos de propulsão nuclear. O grupo estava realizando a Operação Sea Orbit, uma volta ao mundo durante a qual foram navegadas 30.565 milhas, ao longo de 65 dias, uma forma de demonstrar a autonomia praticamente ilimitada proporcionada pela propulsão nuclear; a próxima parada seria o porto de San Juan (em Porto Rico).


Algumas horas após sair do Rio, já em mar aberto, o "Enterprise" realizou uma demonstração de poder aéreo para um grupo de convidados brasileiros que haviam sido recebidos a bordo -- incluindo o Vice-Presidente da República, o Ministro da Marinha, o Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas e o Ministro das Relações Exteriores . Segundo a U. S. Navy, da demonstração participaram 37 aviões, mas apenas 26 efetuaram a seguir um sobrevoo em Copacabana, registrado na foto: dezesseis A-4C Skyhawks, quatro A-5A Vigilantes, cinco F-8E/RF-8A Crusaders e um F-4B Phantom. Dois dias mais tarde, ao largo de Recife, uma demonstração semelhante foi realizada, mas dessa vez nem tudo correu bem: um North American A-5A Vigilante (BuNo 147863) do esquadrão VAH-7 sofreu uma pane no sistema hidráulico,o que forçou seus dois tripulates a ejetar sobre o mar, a 17 milhas do navio; posteriormente, os dois foram avistados, flutuando em suas balsas, por um Grumman E-1B Tracer, sendo a seguir resgatados por um helicóptero Kaman UH-2A Seasprite.


Uma interessante informação adicional é o fato de que a Ala Aérea Embarcada na ocasião era a CVW-6, composta por três esquadrões de ataque leve com Douglas A-4C Skyhawks (VA-64, VA-66 e VA-76), um esquadrão de ataque misto com Douglas A-1H Skyraider e Grumman A-6A Intruders (VA-65), um esquadrão de ataque pesado com North American A-5A Vigilantes (VAH-7), um esquadrão de caças com McDonnell F-4B Phantoms (VF-102), um esquadrão de caças com Vought F-8E Crusaders e McDonnell F-4B Phantoms (VF-33), um destacamento do esquadrão de reconhecimento fotográfico VFP-62 (com Vought RF-8A Crusaders), um destacamento do esquadrão de alerta aéreo antecipado VAW-12 (com Grumman E-1B Tracers), um destacamento do esquadrão de transporte VRC-40 (com Grumman C-1A Traders) e um destacamento do esquadrão de helicópteros HU-2 (com Kaman UH-2A Seasprites).

Mário Roberto Vaz Carneiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]