Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

sexta-feira, 23 de outubro de 2020

Gripen é oficialmente apresentado no Brasil

O Gripen E, denominado F-39E Gripen pela Força Aérea Brasileira (FAB), foi apresentado oficialmente hoje, 23 de outubro, durante o evento em celebração ao Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira, na Ala 1, em Brasília. A aeronave fez um voo sobre a base aérea após a exibição da Esquadrilha da Fumaça.


A cerimônia contou com a presença do Presidente do Brasil Jair Bolsonaro; do Ministro da Defesa do Brasil Fernando Azevedo e Silva; da Embaixadora da Suécia no Brasil, Johanna Brosmar-Skoogh; do Comandante da Força Aérea Brasileira, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez; do Comandante da Força Aérea Sueca, Major General Carl-Johan Edström; do Presidente do Conselho de Administração da Saab, Marcus Wallenberg; do Presidente e CEO da Saab, Micael Johansson, entre outras autoridades.


"É uma grande honra ver o Gripen na cerimônia alusiva ao Dia do Aviador e ao Dia da Força Aérea Brasileira. Acredito que não há ocasião mais representativa para essa apresentação, pois, certamente, significa muito para todos os aviadores brasileiros ter a aeronave voando nos céus do País", disse Micael Johansson, CEO e presidente da Saab. "Esse é o resultado de uma colaboração real entre Brasil e Suécia, e uma grande oportunidade para estreitar ainda mais os laços entre os países".

O Tenente-Brigadeiro Bermudez, destacou que o novo caça está cada vez mais próximo do início da operação pela FAB.

"O desenvolvimento e a fabricação do smart fighter - o caça inteligente - também vêm sendo acompanhados de perto pelos integrantes da Força e envolvem profissionais de diversas empresas brasileiras. Este 23 de outubro de 2020, portanto, é ainda mais especial, pois contamos com a apresentação oficial do primeiro F-39 Gripen a chegar ao Brasil".

A aeronave chegou ao Brasil no dia 20 de setembro e três dias depois fez seu primeiro voo no País, entre Navegantes (SC) e Gavião Peixoto (SP), para dar continuidade ao programa de ensaios em voo.

No Brasil, as atividades incluem testes nos sistemas de controle de voo e de climatização, assim como testes na aeronave em condições climáticas tropicais. Além dos ensaios que são comuns às aeronaves do Programa Gripen E, serão testados no Brasil características únicas das aeronaves brasileiras, como integração de armamentos e o sistema de comunicação Link BR2 - que fornece dados criptografados e comunicação de voz entre as aeronaves.

Os primeiros caças serão entregues à Força Aérea Brasileira, na Ala 2, em Anápolis (GO), a partir do final de 2021.

O Programa Gripen

A parceria com o Brasil começou em 2014, com um contrato para o desenvolvimento e produção de 36 aeronaves Gripen E/F para a Força Aérea Brasileira, incluindo sistemas, suporte e equipamentos. Um amplo programa de transferência de tecnologia, que está sendo executado em um período de dez anos, está impulsionando o desenvolvimento da indústria aeronáutica local por meio das empresas parceiras que participam do programa Gripen Brasileiro.

No decorrer desse período, mais de 350 técnicos e engenheiros brasileiros participarão de treinamentos teóricos e práticos, na Suécia, para adquirirem o conhecimento necessário para a execução das mesmas tarefas no Brasil. Até o momento, mais de 230 profissionais já concluíram os cursos e a maior parte deles está de volta ao País trabalhando no Centro de Projetos e Desenvolvimento do Gripen (GDDN, do inglês Gripen Design and Development Network).

Os caças Gripen E/F que serão entregues à FAB estão sendo desenvolvidos e produzidos em colaboração com técnicos e engenheiros brasileiros. A partir de 2021, a montagem completa de 15 aeronaves terá início localmente. O desenvolvimento do Gripen F, de dois assentos, está avançando com inúmeras atividades no GDDN.

Saab

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]