Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

terça-feira, 19 de outubro de 2021

Revista Segurança & Defesa 143, Nas bancas de todo o Brasil

Reflexões sobre minas navais

http://www.segurancaedefesa.com


Que as minas navais são armas extremamente perigosas e eficientes, ninguém duvida. Baratas, de emprego fácil (podem ser lançadas de aeronaves, navios e submarinos) e difíceis de serem varridas ou neutralizadas, têm uma relação custo/benefício praticamente impossível de ser igualada por outro armamento do tipo “fire and forget”. Essas são algumas das razões pelas quais, no futuro previsível, a Guerra de Minas continuará a ser empregada.


* Presente e futuro dos VBC-CC no Exército Brasileiro

Este artigo analisa a atual situação da força de carros de combate do Exército Brasileiro, e apresenta as suas possibilidades futuras, especialmente à luz das tecnologias e tendências atuais no campo de desenvolvimento destes veículos. Exatamente com esta missão o Comando do Exército criou, em 2019, o Grupo de Trabalho Nova Couraça, para estabelecer os requisitos para a modernização das suas forças blindadas.

* O destino de Taiwan

A invasão de Taiwan (oficialmente, República da China) pela China — ou, sob a narrativa oficial de Pequim, a reincorporação de parte indivisível de seu território — é uma tragédia anunciada. O texto que se segue mostra como se chegou ao cenário atual e faz projeções sobre o futuro daquele pequeno país.

* Desinformação

Em todas as instâncias de poder existe a necessidade de que se disponha de informações, para que se possa decidir com acerto. Este artigo trata da desinformação, atividade que se concentra em passar ao inimigo, adversário ou rival informações falsas, com a finalidade de confundi-lo ou induzi-lo a erro.

E MAIS:

* Expodefensa: aproxima-se a edição 2021

* IMDS?2021: ênfase nas exportações navais da Rússia

* Tropas especiais de Força Aérea em ações de Guerra Não Convencional

* Rússia amplia sua capacidade aeroespacial

* B-58: o primeiro bombardeiro supersônico – 1ª parte

Implicações do MTCR sobre o desenvolvimento do AV-MTC

https://t.me/joinchat/DpsNTCCSd_IzMzVh

https://twitter.com/AssuntoMilitar

#AssuntosMilitares24hNoAr #RevistaSegurançaDefesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]