Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

7 de maio de 2024

Marinha envia maior navio de guerra da América Latina para apoiar população gaúcha

Apoio contará com embarcações, equipamentos, combustível, mantimentos, água e diversos profissionais da área de saúde.

A Marinha do Brasil (MB) enviará, nesta quarta-feira (08), o Navio-Aeródromo Multipropósito (NAM) “Atlântico”, maior navio da Força Naval, para Rio Grande (RS), aumentando a capacidade de apoio às populações atingidas pelas enchentes e fortes temporais que assolam o estado.

Com organização similiar a uma Operação de Guerra, a MB está mobilizando quatro navios, 20 embarcações, 12 aeronaves e centenas de militares. A situação assemelha-se à resposta dada, em fevereiro do ano passado, aos fortes temporais que assolaram o litoral norte de SP, especialmente em São Sebastião. O esforço feito pela Marinha em SP ficou conhecido como Operação “Abrigo Pelo Mar“.


Conheça detalhes da Operação no RS
O NAM “Atlântico“ transportará duas estações móveis para tratamento de água, capazes de produzir um total de 20 mil litros de água potável por hora, a fim de suprir parte da demanda das cidades que sofrem com a escassez desde o rompimento das barragens.

Meios Navais:

Além do “Atlântico”, a Marinha mobiliza também o Navio de Apoio Oceânico “Mearim“ e o Navio-Patrulha Oceânico “Amazonas”, equipado com três embarcações miúdas, que seguirão para o Rio Grande do Sul nesta terça-feira (7); e a Fragata “Defensora”, com partida prevista na quarta-feira (8), transportando doações e suprimentos.

Para auxiliar no resgate às vítimas ilhadas e no transporte de suprimentos pelas vias alagadas, o “Atlântico” levará oito embarcações de médio e pequeno porte, que, somadas às oito lanchas em uso no estado desde o dia 30 de abril, ampliarão o contingente de meios aquáticos disponibilizados pela MB.

Meios Aeronavais:

O trabalho das equipes de resgate aéreo da Marinha, que salvaram mais de 150 pessoas desde o início da operação, receberá, com a chegada dos navios, reforço de mais oito aeronaves, além das quatro que permanecem de prontidão no estado. Serão doze helicópteros, no total, em um esforço contínuo de resgate aos moradores ilhados em áreas de difícil acesso.

Meios de Fuzileiros Navais:

Também estão sendo enviados 40 viaturas e 200 militares Fuzileiros Navais para atuar na desobstrução das vias de acesso, além de equipes de apoio à saúde, formadas por médicos e enfermeiros.

Marinha do Brasil 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]