Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

17 de janeiro de 2024

Programa de Desenvolvimento de Submarinos da Marinha completa 15 anos

O Programa de Desenvolvimento de Submarinos da Marinha (PROSUB) celebra 15 anos, no dia 23 de dezembro de 2023, e segue revolucionando a tecnologia e a indústria naval brasileira, consolidando-se como um dos principais Programas Estratégicos de Defesa do Brasil.

Concebido por meio da parceria estabelecida entre o Brasil e a França, o Programa contempla a construção de uma infraestrutura industrial e de apoio à operação e manutenção de submarinos, a construção e operação de quatro Submarinos Convencionais da Classe "Riachuelo", e o projeto e construção do primeiro Submarino Convencionalmente Armado com Propulsão Nuclear (SCPN), objeto principal de todo o Programa.


Com dimensões continentais de 8,5 mil quilômetros de costa, o Brasil tem o mar como referência em todo o seu desenvolvimento. A imensa riqueza das águas, do leito e do subsolo marinho nesse território justifica seu nome: “Amazônia Azul”. É nessa área marítima que os brasileiros desenvolvem atividades pesqueiras, nosso comércio exterior e a exploração de recursos biológicos e minerais, onde acontece 95% de nossas exportações e importações, bem como preserva 90% do petróleo nacional e por onde trafega elevado percentual das comunicações digitais do País por meio de cabos submarinos. Para proteger esse patrimônio e garantir a soberania brasileira no mar, o Estado brasileiro, por meio da Marinha do Brasil, investe na modernização e aprimoramento de capacidades da Força Naval, ressaltando os esforços no desenvolvimento de tecnologias de defesa.

O PROSUB integra o Programa Nuclear Brasileiro e tem dotado a indústria brasileira de Defesa com tecnologia nuclear de ponta. Atividades de diversas naturezas inerentes ao do Programa fortalecem, ainda, setores da indústria nacional de importância estratégica para o desenvolvimento tecnológico e econômico do País, priorizando a aquisição de componentes fabricados no Brasil, prestação de serviços por empresas nacionais e promovendo incentivo ao nosso parque industrial, notadamente a Base Industrial de Defesa.

Sob o ponto de vista social, também promove uma série de benefícios, com destaque para a geração de empregos, a capacitação de técnicos e engenheiros e, principalmente, a qualificação profissional. Estima-se que todo o Programa possibilita a geração de, aproximadamente, 60 mil empregos diretos e indiretos, além do intercâmbio com mais de 18 universidades, instituições de pesquisa e 400 empresas.

O Programa cria, ainda, a possibilidade de nacionalização de sistemas e equipamentos, além da capacitação de empresas como fornecedoras independentes para futuros projetos. As principais tecnologias envolvidas no segmento nuclear do Programa também têm uso civil, provendo benefícios para outros setores como nuclear, medicina, agricultura e segurança alimentar.

Ao completar 15 anos, o PROSUB vem superando desafios. As construções da infraestrutura industrial, da Base de Submarinos e de instalações de outras Organizações Militares de apoio - o Complexo Naval de Itaguaí (CNI) -, estão praticamente concluídas.

A construção dos quatro Submarinos da classe “Riachuelo” também demonstra seu exitoso desenvolvimento, incluindo a absorção de conhecimento por relevante número de especialistas brasileiros. A Marinha do Brasil conta com o primeiro desses submarinos, o "Riachuelo" (S40), já em operação, enquanto os testes de aceitação no mar, do segundo submarino da classe, o “Humaitá” (S41), já foram iniciados, e a sua transferência para o Setor Operativo da Força Naval ocorrerá no início de janeiro de 2024. A previsão de prontificação dos demais submarinos (“Tonelero” e “Angostura”) está planejada até 2025.

O corte da primeira chapa, realizado no dia 4 de outubro, deu início ao processo que buscará a construção futura do Submarino Convencionalmente Armado com Propulsão Nuclear (SCPN) e em vista dos resultados positivos, busca-se neste momento o avanço do projeto e da construção do SCPN.

Marinha do Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]